Blog

A dieta da Renata Celidônio

Já mostramos uma história real aqui de emagrecimento da nossa chef Barbara, hoje vamos mostrar a história Renata Celidônio está arrasando com seu novo visual bem mais enxuto depois de uma cirurgia de redução de estômago. Como para emagrecer não existe milagre, a atriz, que perdeu 60 kg, afirma, nos bastidores do Encontro, após participar do programa sobre padrões de beleza, que sua a camisa na academia para alcançar seus objetivos. “São duas horas e meia, mas, quando faço treinamento funcional, fico umas quatro horas”, garante.

 

 

“Eu fico na academia, no mínimo, por duas horas e meia, mas, quando faço treinamento funcional, fico umas quatro horas”

 

 

As atividades diárias vão do trabalho cardiovascular, o qual engloba arc trainer, transport, step e esteira, à musculação e alongamento. Renata conta ainda que pretende começar aulas de power balé. Haja disposição! Além de pegar pesado nos exercícios físicos, ela também precisou aprender a comer: “Hoje eu posso comer de tudo, mas como a cirurgia me obrigou a fazer uma reeducação alimentar e eu como muito pouco, eu escolho as coisas mais saudáveis”.

Com 1,72m de altura e pesando 94 kg, Celidônio não está satisfeita e quer perder mais 20 kg. “Da cintura para cima me veem magra, mas a minha questão não é nem o peso, é o IMC (índice de massa corporal). Com 74 kg, eu fico com IMC 25, que é o normal, eu ainda estou com IMC de obesidade. Quando operei estava com 54 de IMC, que é a superobesidade, ou seja, eu já tinha passado da mórbida. Eu era uma bomba-relógio”, relembra.

 

 

Renata Celidônio antes e depois de perder 60kg (Foto: Arquivo Pessoal)
Renata Celidônio antes e depois de perder 60 kg (Foto: Arquivo Pessoal)

 

 

Confira o cardápio que ajudou a atriz a secar 60 kg:

 

Café da manhã
– 1 copo de leite desnatado enriquecido com cálcio + 1 fruta (as sugeridas: mamão ou pera ou maçã ou pêssego);
– 1 fatia de pão integral light ou 3 unidades de biscoito sal light com cotage ou ricota ou minas light ou pasta de soja;
OU
– iogurte zero + salada de fruta + 1 colher de sopa de aveia ou linhaça.

Colação
– Suco de fruta com aveia e colágeno.

 

Almoço
– Saladas verdes temperadas com limão ou vinagre de maçã e sal + 1 colher de chá de azeite: alface, rúcula, endívia, espinafre, bertalha, tomate, palmito, agrião, acelga, chicória, aspargo, abobrinha, berinjela (vegetais folhosos sem restrição);
– 1 porção de 80g de carne ensopada/grelhada ou assada (bovinas magras, frango sem pele e peixes: congrio, linguado, namorado, viola, badejo, cherne, dourado, tilápia) OU 2 claras e uma gema de ovo;
– 2 colheres de sopa rasas ou 1 unidade média cozida de batata-baroa OU aipim OU arroz com brócolis, cenoura, couve-flor (OU substituir pelo macarrão: 1 prato raso não cheio + salada);
– Leguminosas: 1 concha média de lentilha OU feijão, cozidos ou em saladas;
– Legumes: 2 colheres de sopa rasas (abóbora OU cenoura OU beterraba; chuchu, ervilha fresca, quiabo, vagem, couve-flor).

 

Lanche da tarde
– Vitamina de frutas: 3 unidades OU 3 unidades de torrada integral com orégano;
– Queijos com baixo teor de gordura: 1 fatia média (melhores: cotage, ricota e minas zero).

 

Jantar
– Sopa/creme de legumes OU suflê de legumes com salada + 1 omelete de clara OU vitamina de fruta + 3/4 torradas com ricota.

 

Ceia
– Iogurte zero com 1 colher de sopa de semente de chia.

 

Fonte: http://tvg.globo.com