O seu termo buscado foi
“BERINJELA”

Raul Guillán

 

belly

 

Associada a uma dieta saudável, a farinha de berinjela é uma excelente opção para quem quer emagrecer e deixar a saúde em dia. Rica em vitaminas do complexo B, antioxidantes e fibras, esse produto natural diminui a quantidade de gorduras absorvidas e contribui para o funcionamento do intestino.

“A niacina (vitamina B3) faz parte dos processos metabólicos do emagrecimento, além de conter as fibras que são responsáveis por uma maior saciedade, evitando que a pessoa sinta fome em um curto período de tempo. O consumo de fibras ainda auxilia na redução da absorção de gordura. A farinha de berinjela evita também a retenção de líquidos”, afirma a nutricionista da clínica Longevid, Priscila Meirelles.

 

Mais benefícios

Além de ajudar na dieta, este alimento fornece um antioxidantes que auxiliam na prevenção dos sinais de envelhecimento da pele. “Também possui fibras solúveis que ajudam na saúde do intestino, permite que o trânsito intestinal seja acelerado, é um laxante natural. Diminui a absorção de colesterol ruim, o LDL, e triglicerídeos, o que colabora para a prevenção das doenças cardíacas”, completa a especialista.

 

A farinha de berinjela atua ainda na saúde dos rins, pelo seu leve efeito diurético. “Diminui a concentração de ácido úrico e, portanto previne o acúmulo de cristais nas articulações”, continua a nutricionista. O ideal é consumir cerca de quatro colheres de sopa por dia: duas colheres durante cada refeição. Cem gramas de farinha equivalem a vinte calorias.

Uma boa maneira de consumir a farinha de berinjela é adicioná-la a sucos e outras preparações caseiras. Coloque uma colher da farinha para cada copo.

 

Onde comprar farinha de berinjela?

Em lojas de produtos naturais é muito fácil encontrar a farinha de berinjela. Hoje em dia toda cidade tem uma loja dessas. Na Mil Grãos a Farinha de Berinjela com Colágeno (da Nutrigold 200g) custa R$ 19,90. Já na Verde Nutri a versão em cápsulas (50 unidades – 250 gr) custa R$ 17,90. A Mundo Verde e diversas outras lojas de produtos naturais também têm esse produto.

 

Fonte: Bolsa de mulher.

 

 

 
Raul Guillán

Uma verdade irrefutável, é que eu amo massas. Todas. Mas na hora de comer mesmo, prefiro as integrais.

 

Essa pizza eu como sempre, não só por ter um número pouco menor de calorias do que as comuns, mas por ser saudável. Além de ser uma das massas mais simples que eu conheço.

 

Costumo evitar os queijos gordurosos, então deixo pra comer quando saio, já que as pizzas e massas por aí, sempre tem bastante queijo.  Na minha vai o molho, e o recheio por cima.

 

Pro molho, bato no liquidificador um punhado de manjericão(ou outra erva que eu goste) com cerca de 100 ml de azeite, e pincelo a pizza com a mistura, antes de espalhar o recheio. Você pode pincelar com molho de tomate também. Afinal, ele tem BEM MENOS calorias e também é super saudável.

 

Dividi a massa em duas partes, mas você pode fazer uma pizza só. O recheio de uma, foi feito com berinjela refogada, tomate seco, azeitona preta e folhinhas de manjericão na finalização.  Na outra eu coloquei também frango desfiado e cebola roxa.

 

A massa:
2 xícaras de farinha de trigo integral

1 xícara de farinha de trigo normal
150 ml de água água morna
1 colher (sopa) de fermento instantâneo(aquele granuladinho pra pizza)
1 colher (chá) de açúcar
2 colheres (sopa) de azeite
1 colher (sobremesa) sal
2 colheres (sopa) leite em pó desnatado

 

pizza1

 

1.A primeira coisa que deve ser feita, é ligar o forno. A pizza feita em casa não fica igual as pizzas de restaurante, porque o forno convencional não alcança a temperatura ideal. Então já comece ligando o forno pra que ele possa chegar a uma boa temperatura até a hora do cozimento.

 

2.Sobre a massa, é só misturar os ingredientes até que a massa esteja homogênea, e desgrude das mãos. Caso seja necessário, coloque um pouco mais de água ou de farinha. Faça um bolinho, cubra com um pano e deixe descansar por 30 minutos(deixo em cima do fogão enquanto o forno esquenta, pra que ela fique num lugar mais quente).

 

Abra com as mãos, direto no tabuleiro untado. Não é necessário rolo e sujeira de farinha na mesa.

 

Leve ao forno por cerca de 8 minutos, ou até que a massa esteja um pouco corada. Coloque o recheio e volte o tabuleiro pro forno. Espere o recheio estar aquecido, retire e sirva.

 

Essa receita rende uma pizza média pra 2 pessoas que comem muito bem.

 
Raul Guillán

Já mostramos uma história real aqui de emagrecimento da nossa chef Barbara, hoje vamos mostrar a história Renata Celidônio está arrasando com seu novo visual bem mais enxuto depois de uma cirurgia de redução de estômago. Como para emagrecer não existe milagre, a atriz, que perdeu 60 kg, afirma, nos bastidores do Encontro, após participar do programa sobre padrões de beleza, que sua a camisa na academia para alcançar seus objetivos. “São duas horas e meia, mas, quando faço treinamento funcional, fico umas quatro horas”, garante.

 

 

“Eu fico na academia, no mínimo, por duas horas e meia, mas, quando faço treinamento funcional, fico umas quatro horas”

 

 

As atividades diárias vão do trabalho cardiovascular, o qual engloba arc trainer, transport, step e esteira, à musculação e alongamento. Renata conta ainda que pretende começar aulas de power balé. Haja disposição! Além de pegar pesado nos exercícios físicos, ela também precisou aprender a comer: “Hoje eu posso comer de tudo, mas como a cirurgia me obrigou a fazer uma reeducação alimentar e eu como muito pouco, eu escolho as coisas mais saudáveis”.

Com 1,72m de altura e pesando 94 kg, Celidônio não está satisfeita e quer perder mais 20 kg. “Da cintura para cima me veem magra, mas a minha questão não é nem o peso, é o IMC (índice de massa corporal). Com 74 kg, eu fico com IMC 25, que é o normal, eu ainda estou com IMC de obesidade. Quando operei estava com 54 de IMC, que é a superobesidade, ou seja, eu já tinha passado da mórbida. Eu era uma bomba-relógio”, relembra.

 

 

Renata Celidônio antes e depois de perder 60kg (Foto: Arquivo Pessoal)
Renata Celidônio antes e depois de perder 60 kg (Foto: Arquivo Pessoal)

 

 

Confira o cardápio que ajudou a atriz a secar 60 kg:

 

Café da manhã
- 1 copo de leite desnatado enriquecido com cálcio + 1 fruta (as sugeridas: mamão ou pera ou maçã ou pêssego);
- 1 fatia de pão integral light ou 3 unidades de biscoito sal light com cotage ou ricota ou minas light ou pasta de soja;
OU
- iogurte zero + salada de fruta + 1 colher de sopa de aveia ou linhaça.

Colação
- Suco de fruta com aveia e colágeno.

 

Almoço
- Saladas verdes temperadas com limão ou vinagre de maçã e sal + 1 colher de chá de azeite: alface, rúcula, endívia, espinafre, bertalha, tomate, palmito, agrião, acelga, chicória, aspargo, abobrinha, berinjela (vegetais folhosos sem restrição);
- 1 porção de 80g de carne ensopada/grelhada ou assada (bovinas magras, frango sem pele e peixes: congrio, linguado, namorado, viola, badejo, cherne, dourado, tilápia) OU 2 claras e uma gema de ovo;
- 2 colheres de sopa rasas ou 1 unidade média cozida de batata-baroa OU aipim OU arroz com brócolis, cenoura, couve-flor (OU substituir pelo macarrão: 1 prato raso não cheio + salada);
- Leguminosas: 1 concha média de lentilha OU feijão, cozidos ou em saladas;
- Legumes: 2 colheres de sopa rasas (abóbora OU cenoura OU beterraba; chuchu, ervilha fresca, quiabo, vagem, couve-flor).

 

Lanche da tarde
- Vitamina de frutas: 3 unidades OU 3 unidades de torrada integral com orégano;
- Queijos com baixo teor de gordura: 1 fatia média (melhores: cotage, ricota e minas zero).

 

Jantar
- Sopa/creme de legumes OU suflê de legumes com salada + 1 omelete de clara OU vitamina de fruta + 3/4 torradas com ricota.

 

Ceia
- Iogurte zero com 1 colher de sopa de semente de chia.

 

Fonte: http://tvg.globo.com

 

 

 
Barbara Valetim

 

Comer de forma saudável parece difícil. Mas não é. Vamos desmistificar isso. Nossa primeira receita será o bom e velho macarrão à bolonhesa. Darei dicas importantes para a escolha e cocção dos alimentos, de forma mais saudável. E para renovar e trazer saúde ao prato, vamos usar a berinjela.

 

Você sabe do que ela é capaz?

 

A berinjela começou a ser mais utilizada nos últimos tempos. O motivo é o rumor de que ela diminuiria o colesterol. Para este fim, usa-se ingerir duas colheres de sopa da farinha de berinjela por dia, junto a uma reeducação alimentar. Mas a hortaliça cozida também tem seu valor. Além de possuir muitas fibras, que ajudam na saciedade e regulam o intestino, ela é composta quase que totalmente por água, o que faz com que ela tenha função diurética e auxilie na perda de peso. Tem níveis consideráveis de zinco, potássio, magnésio, cálcio, ferro e fósforo. Suas principais vitaminas são A, B1, B2 e C.

 

Bora cozinhar!

- – - – - – - – - – -

Macarrão à Bolonhesa

4 porções

40 minutos

264 calorias por porção

- – - – - – - – - – -

Ingredientes

 

1 lata de tomate pelado (Vai direto da lata para a panela, é fácil de achar e não possui sódio, como o molho pronto)

200g de carne moída magra (Eu gosto mais de usar a carne desfiada. Corto em cubos, geralmente Patinho, e coloco na pressão por cerca de 30 minutos ou até ficar macio o suficiente para desfiar)

200g de macarrão da sua preferência (Só tinha o comum hoje, mas costumo usar o integral por causa das fibras, que reduzem o ritmo de absorção do carboidrato, fazendo a fome demorar mais para voltar. O macarrão sem fibras rapidamente vira açúcar e dispara a produção de insulina, que em excesso, aumenta os estoques de gordura.)

1 berinjela picada em cubinhos

1/2 cebola picada

2 dentes de alho picados (Sem o miolinho que pode causar indigestão)

1 punhado de manjericão

1 pitada de açucar

1 colher de óleo de girassol ou soja (O azeite é saudável, mas elevado a altas temperaturas, perde suas propriedades, sendo melhor acrescentá-lo no final, se for usá-lo. O óleo de soja e o de girassol tem o ponto de queima mais elevado, sendo melhor para cocções mais longas)

Sal e pimenta do reino moída na hora

- – - – - – - – - – -

 

passos

 

 

Modo de preparo

 

Comece colocando o macarrão para cozinhar segundo as informações do fabricante.

Enquanto isso, vá aquecendo 1 colher de óleo e dourando a cebola.

Acrescente o alho picado e doure, colocando a carne em seguida.

Assim que a carne estiver cozida, acrescente a berinjela e ½ xícara de água. Tampe a panela e deixe que a berinjela cozinhe, em fogo baixo, por cerca de 5 minutos. Não cozinhe muito para que ela não perca as propriedades. Deixe que ela fique al dente.

Depois disso é só somar o tomate pelado e dar uma amassada nele com a colher ali mesmo. Coloque uma pitadinha de açúcar para equilibrar a acidez, acerte o sal, a pimenta e pronto. Desligue, junte a massa ao molho e sirva. Vapt-vupt!