Blog

1. Não guarde alimentos em suas próprias latas.

Com o passar do tempo as latas soltam o verniz que protegem os metais tóxicos das latas, o que pode causar intoxicação alimentar. Quando você abrir  um milho, leite condensado ou qualquer outro alimento enlatado, use e guarde o restante num recipiente de vidro ou plástico.

 

2. O azeite quando muito aquecido perde as suas propriedades.

Portanto, se for cozinhar algo demorado ou fritar, utilize o óleo vegetal que é mais barato e tem o ponto de queima maior. O azeite pode ser melhor aproveitado se usado na finalização dos pratos.

 

3. Não coloque óleo para cozinhar o macarrão.

Isso faz com que a massa fique gordurosa e tenha menos aderência ao molho. Coloque na panela 1 litro de água para cada 100g de macarrão, isso é o suficiente para que ele fique soltinho.

 

4. Não espere que a comida esfrie para colocá-la na geladeira.

Antes era necessário que isso fosse feito porque os nossos refrigeradores não tinham a potência necessária para refrigerar o alimento quente, sem abaixar a temperatura dos que já estavam na geladeira. Hoje já não temos mais esse problema. Guardar os alimentos ainda quentes diminui o risco de contaminação.

 

5. Não lave as carnes para cozinhar

Quando você lava alguma carne (frango, peixe ou carne vermelha), as bactérias que você imagina estar jogando ralo abaixo, estão na verdade se espalhando pela pia, e pelo que mais estiver por perto. A cocção é suficiente para se obter um alimento livre das bactérias. Além do mais, vários estudos provam que a diferença na quantidade de bactérias presentes num frango lavado ou não, é irrelevante.

 

 

Leia também:

Confira outras matérias do site